Lions Clube de Belém Nazareth

Minha foto
Belém, Pará, Brazil
Lions Clube de Belém Nazareth "NÓS SERVIMOS"

domingo, 12 de dezembro de 2010

LIONS CLUBE BELÉM NAZARETH

LIONS CLUBE BELÉM NAZARETH E LIONS CLUBE BELÉM BATISTA CAMPOS, COM A PROTEÇÃO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ, RUMO A BRAGANÇA-PA., PARA PARTICIPAR DO 
"V SEMINÁRIO LEONÍSTICO"

"SEMINÁRIO LEONÍSTICO" 
DE BRAGANÇA-PA.
REALIZAÇÃO DO COMITÊ ASSESSOR REGIÃO "C"

LIONS CLUBE BELÉM NAZARETH.
PARTICIPAÇÃO E MAIOR DELEGAÇÃO

"V SEMINÁRIO LEONÍSTICO" 
DE BRAGANÇA-PA.


COMITÊ ASSESSOR

SOLENIDADE DE ABERTURA  
"V SEMINÁRIO LEONÍSTICO"

LIONS CLUBE BELÉM NAZARETH
"V SEMINÁRIO LEONÍSTICO"
PALESTRA 
CL. PDG. LAÉRCIO PEREIRA
"UNIDADE FAMILIAR"
 
"V SEMINÁRIO LEONÍSTICO" 
 BRAGANÇA
LIONS CLUBE BELÉM BATISTA CAMPOS
CL. PDG. OLÁVO MARTINS
PALESTRA OFICIAL
"PROTOCOLO LEONÍSTICO"


"V SEMINÁRIO LEONÍSTICO"
COMPANHEIROS DO LIONS CLUBE BELÉM NAZARETH
ASSESSOR CONVENÇÃO - CL. ANDRÉ CAYUELA
ASSESSOR CONSERVAÇÃO DE ASSOCIADOS - CL. JULIO RIBEIRO
ASSESSOR LOGOPEDIA TRABALHO COM SURDOS- CL. JURACI COSTA
COORDENADOR INTERCLUBES - CL. MARIO CAPÉLA
RELATÓRIO DO ASSESSOR

LIONS CLUBS INTERNACIONAL
ASSESSORIA ESPECIAL DE CONSERVAÇÃO DE ASSOCIADOS ESTADO DO PA.. - DISTRITO LA-6. - AL-2010/2011.
SEMINÁRIO LEONÍSTICO  INTERCLUBES   - BRAGANÇA  - PARÁ 04/05/l2/2010. CIRCULAR Nº. 01/2010 – ASSESSORIA
 No ensejo em que toda a humanidade volta as suas esperanças para o Ano Novo, sentindo em cada badalada dos sinos do Natal a necessidade de maior confraternização entre os povos, venho, na qualidade de Assessor de Conservação de Associados do Estado do Pará da Governadoria do Distrito LA-6, AL-2010/2011, dirigir algumas palavras aos prezados CCLL, CCALL, Leos e convidados presentes a essa reunião, a par dos nossos agradecimentos ao CL VALDECI, Governador do Distrito LA-6 , pela escolha do nosso nome para essa relevante missão.
 Na minha vida leonística, iniciada no ano de 1964, aí já se foram 46 ANOS, através do Lions Clube de Capanema e depois continuada no Lions       Clube de Belém Nazareth até os dias de hoje, tenho conhecido, no contato permanente com os Companheiros e Clubes, diversos tipos e formas de atuação de Companheiros. Apresento aqui 04  definições:     
LEÃO – É o Companheiro que comparece na hora certa a todas as reuniões; quando falta faz questão de compensar;  participa ativamente das suas comissões ; apresenta sugestões nas reuniões e por escrito; está sempre pronto a colaborar; entusiasma-se com as Convenções; faz  interclubes;  já apadrinhou algum sócio; é excelente companheiro, é animado para ser diretor; leonismo corre no seu sangue. 
 Leão – Comparece às reuniões obrigatórias; participa das suas comissões com entusiasmo vão as Convenções se forem muito solicitado; interclubes também; apresenta sugestões; é bom companheiro; aceita ser diretor; acredita no leonismo; gosta de ser Leão.
 Leão – Vão as reuniões, mas precisa que alguém lhe telefone; às vezes se preocupa em compensar as faltas; quando solicitado pelas comissões, dá a sua participação; não dá sugestões, mas aparteia com certo interesse; Convenções e interclubes não lhe causam nenhuma atração; só em último caso aceita ser diretor; sente satisfação no Lions quando comparece; falta-lhe motivação.
 Sócio – Comparece aos jantares; atrasa as mensalidades, mas paga; não comparecem as reuniões das suas comissões; sempre tem uma boa justificativa para faltar e nem se preocupa em compensar; tem medo de dar sugestões e de participar de debates, pois pode ser solicitado; sempre que solicitado está ocupado e não pode colaborar; até hoje não descobriu direito porque aceitou entrar para o Lions; acha que deve haver algum motivo, razão pela qual ainda continua.
 POR QUE OS LEÕS FRACASSAM: Todos ou quase todos pensam, que seriam mais felizes e bem sucedidos, se compreendessem as pessoas um pouco mais; o homem de negócios que é obrigado a dirigir os outros, o vendedor que precisa vender-lhe algo, o médico que não se preocupa apenas com a doença, mas com o seu doente, um presidente de um clube de Lions que não se contenta apenas com a colocação de seu clube em posição de destaque nos campeonatos de promoções e sim, também, com o desempenho particular de cada leão.  Em verdade, o conhecimento em como fazer bem tudo isso, implica tanto em sucesso profissional quanto para a felicidade pessoal e hierarquicamente, em satisfação e felicidade coletiva.  Quer pelo auxílio mútuo ou coletivo, quer pelo comportamento social, é essa necessidade de encontrar a felicidade pessoal e de nosso próximo, que leva, ou melhor, que atrai o ser humano para um clube de Lions. Pois que, o conseqüente de sentir-se feliz tornando outro ser pelo menos um pouco feliz, tem o antecedente em um dos mais gerais princípios da sabedoria humana: 
É MAIS FELIZ AQUELE QUE MAIS DÁ DE SÍ. Todos sabem que um clube de Lions é constituído de indivíduos, que de uma forma ou de outra são lideres na comunidade que atuam; que tem idéias já amadurecidas pelos anos, idéias próprias sobre os mais variados fenômenos, e que não será com esta ou aquela INSTRUÇÃO que conseguiremos demovê-los nem impor-lhes nossos próprios conceitos. De tudo podemos inferir que o sucesso de um clube depende do conhecimento firme de uma filosofia leonística; da humildade consciente e respeitável das capacidades e limitações de cada um; e do conduzir harmonioso e seguro de todo conjunto de valores que representam uma comunidade leonística.  Eu sempre digo que um CL Leão poderá deixar um clube de Lions, mas, se ele realmente assimilou e praticou a filosofia leonística , jamais deixará de ter um comportamento  de Leão.  
A LUTA PELA RETENÇÃO DE UM ASSOCIADO. Para começar uma pergunta.  
"ANDA BEM O LEONISMO BRASILEIRO"?
Indubitavelmente, NÃO. Estamos atônitos e indecisos.  Só tivemos um período, na década de 60, de crescimento vertiginoso, muitos clubes foram fundados em ritmo acentuado, o entusiasmo era uma constante nas atividades leonísticas. As reuniões interclubes eram ocasiões de grandes comemorações e o uso do emblema representava um toque de distinção. A chegada do Governador do Distrito mobilizava mais que a população leonística; era recebido nos limites da cidade, carinhosamente, e sua permanência era motivo de regozijo para o clube, que capitalizava em seu favor o prestígio de uma instituição capaz de mobilizar, em torno de um personagem de seus quadros, as expressivas figuras comunitárias, como autoridades administrativas, do clero e de outras expressões de liderança local, que se reuniam no banquete comemorativo.
Mais, isto infelizmente mudou um pouco, não há como fugir à constatação do esvaziamento contemporâneo, pois isto seria negar a realidade dos fatos  As assembléias estão ociosas e sem maiores atrativos, a não ser o convívio, o companheirismo, a alegria pura e simples dos reencontros.
A grande maioria dos Clubes se limita ao pagamento das quotas, enviando informes penosamente vazios, sem uma atividade de vulto, sem uma campanha de mérito, sem uma afirmação leonística. Isto apenas significa que o Clube preencheu os requisitos mínimos para permanecer no universo distrital, mas nunca que se capacitou à prestação do serviço comunitário, que é a meta do Leonismo universal.
Assembléias improvisadas, que se tornam cansativas, levam à evasão de CCLL no entendimento de que o seu tempo não está sendo devidamente utilizado. Todos sabem que a não programação de campanhas, ou a realização de campanhas sem conteúdo ou sem profundidade conduzem à estagnação e ao esvaziamento. Companheiros, apesar do envelhecimento dos quadros leonisticos, temos forças, ainda, para superar estes e outros problemas, melhorar as nossas atuações dentro dos Clubes, conquistar novos associados, arregimentar antigos companheiros e continuar a luta pela 
RETENÇÃO DE UM ASSOCIADO.   
OBRIGADO    
CL JÚLIO RIBEIRO NETTO
Jnetto1938@hotmail.com   -   (91) 9986.2119.


"V SEMINÁRIO LEONÍSTICO"
BRAGANÇA - PARÁ.
04 DE DEZEMBRO DE 2010.
EDITOR
CL. ANDRÉ CAYUELA

Nenhum comentário:

Postar um comentário